domingo, 24 de março de 2013

Uma das caixas pretas da educação nacional...

Esse tipo de visão pedagógica que consagra a uniformidade e a conformidade na formação do estudante é
tudo o que a universidade brasileira não precisa
Pois no meio do registro entusiasmado e ufanista de seus sucessos, os autores do relatório revelam um dado surpreendente: a parceria fechada com a Franklyn Covey cujo objetivo é - segundo o próprio texto -  a "implantação do programa The Leader in Me (O líder em mim) (...), baseado no livro 'Os 7 hábitos de pessoas altamente eficazes' [e desenvolve] valores e habilidades cidadãs para alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental...". Segundo o balanço da Abril, "o programa já se encontra implantado em mais de mil escolas em uma dezena de países" e será oferecido aqui entre nós - ainda segundo o documento publicado no Estadão - "com exclusividade pela Abril Educação e já está em 16 escolas dos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, alcançando mais de 4.000 alunos do Ensino Fundamental. A companhia espera que esse programa venha ampliar e complementar o seu portfólio educacional, aumentar as receitas da companhia com escolas clientes e agregar valor às escolas auxiliando na captação de novos alunos".

Aumentar o "portfólio" educacional, ampliar "receitas", "agregar valor", ajudar na captação de novos alunos... Pergunto: alguém avaliou isso, as propriedades de um programa dessa natureza para a Educação Nacional ou já atingimos o estágio em que "habilidades cidadãs" se confundem com essa auto-referência do "líder em mim", num modelo cultural que leva às últimas consequências a concorrência individualista que vê a cultura e a informação como instrumental do sucesso pessoal? Eu penso que o balanço da Abril Educação é gravíssimo pelo que revela de descontrole em que vive a educação brasileira à revelia de todos, mas é mais grave ainda pelo que não revela na obscuridade com que reduz tudo à simplificação e embrutecimento dos conceitos nos quais se apoia.

Não está na hora de uma CPI sobre isso tudo ou de uma grande mobilização nacional, professores à frente, para que a soberania da sociedade brasileira seja restabelecida sobre um dos setores mais importantes de sua vida?
______________________________

Nenhum comentário: