segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Indignação popular e colapso institucional ameaçam levar o país ao caos

As reformas desse ilusionista chamado Meirelles são de uma crueldade sem limites e sua obsessão em vender (penso que se trata mesmo de "vender") a PEC a empresários e autoridades do Judiciário, como todo o desprezo que tem pelas instâncias de legítima representação social, mostra bem uma sofreguidão de quem esconde alguma coisa, coisa inédita até mesmo entre quem receita remédio contra a queda de cabelo. 

Para o pior dos pecados, caiu na cabeça de todo mundo essa decisão de ontem do STF que nega aos aposentados o direito de pedir reajuste de seus auxílios em razão do tempo de contribuição que é excedente ao momento de sua aposentadoria. Para o leigo, isso pode parecer uma coisa distante e que afeta uma parcela pequena da população. Não é. O número de trabalhadores que se aposentou e que, mesmo assim, continuou trabalhando como forma de complementar sua renda é enorme e a desaposentação apresentava-se como uma efetiva garantia de que houvesse mais dinheiro ao final de de sua vida ativa. O STF cortou essa possiblidade e, com isso, colocou um ponto final na esperança de milhões. Como se isso não bastasse, vem o "governo" do alto de sua indiferença social e ameaça pedir àqueles que eventualmente já tinham conseguido o benefício o ressarcimento do que receberam (leia aqui a análise de Silvia Barbara, do Sindicato dos Professores de São Paulo e também os argumentos que levaram à decisão do STF).

Não tenho conhecimento de um único governo em toda a história brasileira - acho que nem mesmo Café Filho (alguém lembra dele?) - viveu um isolamento de uma dimensão parecida com a que Temer está vivendo. Ele e a patota que o acompanha. Sei não, vem chumbo grosso por aí...

Sugiro estas leituras: * 75% dos deputados alemães veem governo Temer como resultado de golpe e conspiração (Plantão Brasil) * Em nome e em benefício do capital, Temer comete crime contra a sociedade (antologia do blog sobre efeitos da PEC 241) * Temer ironiza protesto e sugere que ofereçam emprego aos manifestantes (Folha) * STF rejeita desaposentação e governo pode pedir ressarcimento (Estadão) * STF antecipa reforma ao barrar ações de aposentados (Folha) * O que pensa o homem por trás da reforma da previdência (Carta Maior)  * Carmen Lúcia, uma Ministra sem noção (GGN) * Lei da repatriação favorece sonegação (IHU) * FMI não vê austeridade como saída para a crise (Outras Palavras) * Pesquisa indica isolamento de Temer (do blog)
______________________________

Nenhum comentário: