* A construção da sociedade desigual

* Nuvem para depósito de textos: Mega. Acessar como jose.faro@metodista.br (senha: metodista). Pasta: Mundo Contemporâneo

Contra as mega-corporações (Outras Palavras)




______________________________

Debates

* O caminho acidentado da nova era do nacionalismo

A ascensão de Trump e o o fim da grande sociedade liberal




A ameaça à UE, o colapso do Estado do Bem-Estar Social e o drama dos refugiados


* Só é sustentável a prosperidade compartida

O novo salto global da desigualdade: os números da Oxfam

* Goldman Sachs, o banco que governa o mundo

1% da população mundial concentra metade de toda a riqueza do planeta


Os desníveis de renda se reproduzem nas relações entre países ricos (norte) e pobres (sul)
______________________________

Leia aqui a matéria do El País sobre o relatório do Credit Suisse que revela o tamanho da desigualdade provocada pelo capitalismo

Leia também Guilherme Boulos: O capitalismo do 1%

A Suécia, por exemplo, ensaia a jornada de 6 horas de trabalho
(leia aqui)

Enquanto isso, Viagem insólita à periferia dos Estados Unidos revela aumento da pobreza
(e por falar nos EUA, como funcionam as eleições por lá?)



______________________________

______________________________

O Estado do Bem-Estar Social 
(Wellfare state)

 Investimentos públicos em relação ao PIB
O efeito social dos investimentos públicos
______________________________

Anomia... 
____________________

Rumo ao hipercapitalismo e à guerra

* A evolução da produtividade

* O fordismo

* Taylorismo, fordismo, toyotismo

* A cultura da velocidade

Texto para leitura e fichamento: * O culto da velocidade, de Philipp Blom

______________________________

Textos sobre causas e consequências I Guerra (1914-1918)

História Livre


A emergência dos EUA





______________________________


O melhor mapa da II Guerra - o conflito em movimento, do começo ao fim

A atração fatal e as consequências da obsessão nazista



______________________________
História e Sociedade (História Contemporânea)


Objetivo geral

Permitir que o aluno tenha compreensão geral das causas que respondem pela configuração
geopolítica, cultural e econômica da sociedade contemporânea

Objetivos específicos

1. Assegurar que o estudante de jornalismo compreenda as principais linhas do desenvolvimento
histórico do pós-guerra.

2. Assegurar ainda que o estudante de jornalismo adquira intimidade com a produção intelectual que
tem se debruçado sobre esse período.

3. Permitir também que o aluno saiba distinguir os processos de dominação imperial que garantem a
existência da hegemonia do sistema econômico capitalista.

4. Assegurar que o estudante possa, com base nos elementos anteriores, entender a dinâmica da
dependência como fato crucial na história dos países do 3º mundo.

Plano de ensino

1. A herança dos Tratados de Versalhes e as causas econômicas e políticas da eclosão da II Guerra Mundial. A crise do liberalismo e a emergência dos Estados Totalitários nas décadas de 20 e 30. O conflito mundial e seus efeitos na estrutura dos países envolvidos. A nova geopolítica.

2. O papel dos países periféricos nos períodos anterior e posterior ao conflito mundial: o quadro econômico e político da dependência. O processo de modernização dos países periféricos e a emergência dos alinhamentos automáticos e do não-alinhamento. A Guerra Fria e seus focos de eclosão.

3. As crises dos anos 60 e 70. Movimentos de contra-cultura e a sociedade de consumo. O
reordenamento político pós-Vietnam e pós-crise das matérias-primas: a ruptura dos blocos
hegemônicos e a rearticulação econômica capitalista.

4. A crise do modelo socialista e a intensificação do processo de globalização. A persistência das antigas contradições: etnias e nacionalidades na Europa Central. O Estado Pós-Industrial. Modernização, globalização e exclusão social: as tensões do presente.

Bibliografia básica

* CASTELLS, Manuel. A Era da Informação (3 volumes). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999.

* FURTADO, Celso. O Mito do Desenvolvimento Econômico. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974.

* __________. Criatividade e Dependência na Civilização Industrial. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

* HOBSBAWM, Eric. A Era das Revoluções, A Era do Capital, A Era dos Impérios, Era dos
Extremos. Rio de Janeiro e São Paulo: Editoras Paz & Terra e Companhia das Letras.

* KISSINGER, Henry. Diplomacia. Rio de Janeiro: Francisco Alves/Univercidade, 1999.

* HAUSER, Arnold. História Social da Arte e da Literatura. II volume. São Paulo: Livraria Martins
Fontes Editora, 1998.

Bibliografia complementar (textos e obras indicadas no desenvolvimento do curso)

______________________________

Sabores da globalização:

Nos anos 70 a Coca Cola criou seu hino global que associa a marca à pluralidade étnica. No final, certamente com base no êxito da reconstrução do capitalismo no pós-guerra, o slogan não deixava dúvidas: "isso que é realidade"
Na primeira década do século XXI, quase meio século depois do hino da Coca-Cola, o cidadão grego aí da foto, paga o pato pela participação de seu país no capitalismo global.

Acesse aqui o clipping com as principais notícias e análises sobre o assunto publicadas  entre a  eleição de Alexis Tsipras, do Syria, em janeiro deste ano, e o desfecho da crise em julho
Uma das melhores e mais completas análises sobre a globalização financeira: Wall Street Bull: A internacional do Capitalismo (Carta Maior)

______________________________

A matriz da civilização industrial: somos reféns dos combustíveis fósseis



Interessante é o comportamento instável e inseguro que as commodities têm no mercado internacional. Exemplo: o ferro
(Qual é a perspectiva do minério de ferro? Ferro, bilhões e decepção, Em 2012, para a Vale, a exuberância do minério de ferro já tinha acabado, Em 2014: "acabou a exuberância do minério de ferro")

O petróleo continuará a ser a principal fonte de energia do mundo? Opera Mundi 
As surpresas de um petróleo mais barato_El País 
Economia mundial vive ‘contrachoque’ do petróleo_ESP_071214 
Vingança do petróleo | Internacional | EL PAÍS Brasil 
*  Irã alerta Ocidente de que se arrependerão por reduzir preço do petróleo - noticias - UOL Economia 
Petróleo: O Kremlin treme abaixo dos 80 dólares | Economia | EL PAÍS Brasil * Quem tem medo do petróleo barato (The Economist)
______________________________
Escolha um dos documentários/filmes lincados abaixo para análise contextualizada e fundamentada em pesquisa sobre o tema:



* A banalidade do mal (pago)

* A banalidade do mal (a aula de Hannah Arendt)



______________________________
 Leituras sugeridas para o semestre:

Páginas sobre Problemas Contemporâneos 1 e 2
Notícias contemporâneas
O agravamento da crise 2008-2014
Maurice Vaïse, As relações internacionais depois de 1945. São Paulo: Martins Fontes, 2013 (consulta à obra original)

 Eric Hobsbawm, Da Paz à Guerra - A era dos impérios, capítulo 13. São Paulo: Paz e Terra, 1988.

 Eric Hobsbawm, A era da catástrofe - A era dos extremos, parte 1. São Paulo: Cia das Letras, 1999.
 Eric Hobsbawm,  A era de ouro - A era dos extremos, parte 2. São Paulo: Cia das Letras, 1999.
 Luiz Alberto Moniz Bandeira, A segunda guerra fria (Consulta à obra original). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013 (consulta à obra original)
______________________________
☛ Textos de apoio:

* Ruínas de um sistema de destruição permanente (Outras Palavras)

* Da crise emergirá o pós-capitalismo? (Outras Palavras)

* David Harvey, O enigma do capital. A crise (capítulo 1)

Rumo a um novo crack? Marc Laimé e Akram B. Elyas

A nova cara do mundoIgnacio Ramonet

A grande virada de Washington e o fim do liberalismoPhilip S. Golub

EUA: a pós-racialidade é um mito (Outras Palavras)
______________________________